Doces recordações

bubble-19329_640Na semana passada eu comprei um abacaxi verde. Coloquei na cozinha, em meio a outras frutas, na expectativa de vê-lo maturar. Esperei. Todos os dias chegava nele e dava uma conferida! Até que ontem senti um cheiro adocicado pela manhã. Pensei: é hoje! É hoje que eu te pego! Dito e feito: descasquei o abacaxi. Enquanto eu ia despindo a fruta, um aroma doce subia. Um aroma que de uma maneira incrivelmente rápida me levou para a infância, para praia. Lembrei do meu avô, que gostava da fruta. Lembrei da gente juntos, comendo abacaxi nas tardes quentes de verão. Aquela polpa suculenta que de tanto açúcar fazia grudar as mãos, o rosto, a boca. E eu, ainda criança, sujava a minha roupa enquanto ele, sempre bem humorado, fazia graça. Ah… boas recordações! E em meio a elas terminei de tirar a casca do abacaxi. Voltei para a realidade pois chegava a hora de comer. Ansiosa por abocanhar um pedaço daquele fruto amarelo e cheiroso… fui: nhac! Ácido. O abacaxi era ácido. Quanta decepção… Ainda frustrada, dei uma rebolada e fiz um suco, que ficou muito bom. Pois é, amigos… Acho que saí ganhando dessa vez. Além da bebida refrescante, a experiência me fez recordar lindos momentos. Fiquei satisfeita! Guardei com amor as memórias que me vieram à mente. Na verdade, o abacaxi, fosse qual fosse, seria sempre ácido, pois doces mesmo foram as recordações vividas naqueles instantes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s