Quem tem filhos tem preocupação

baby-feet-402844_640
Preocupações, preocupações… A vida é cheia delas. Não adiante: viver é preocupar-se. Quanto mais relações você constrói, mais preocupações você arruma. E se você tem filhos, sua preocupação é dobrada! Sabe quando você pressente que seu dia vai ter preocupação? Pois é… Hoje foi assim. Ao acordar para levar meu filho à escola senti uma espécie de peso. Uma inquietação. Uma vontade de não ir… Mas contrariando meus sentimentos e privilegiando a racionalidade, saímos de casa. Ao entrar no portão do colégio avisto uma pessoa conhecida que não me agrada. Uma sensação imediata de preocupação tomou conta de mim: essa pessoa ruim está trabalhando na escola onde meu filho estuda. Essa pessoa ruim está no mesmo ambiente do meu filho. Saí de lá chateada, tensa, pensativa. Afinal, deixei meu filho de 3 anos no mesmo prédio de uma pessoa detestável, mesmo que seus caminhos não se cruzem uma única vez… Em casa, com uma xícara de café, comecei a refletir. Será que devo ficar tão preocupada com o fato do meu filho estar no mesmo local de uma pessoa má? Adianta? Não… minha preocupação não serve para protegê-lo. Me dei conta de que meu amor de mãe não vai privá-lo dos males do mundo. Minha ficha caiu: não sou capaz de proteger meu filho sempre. E aquela enorme preocupação que nós, pais, temos por nossos filhos, de repente… não serve para nada a não ser acelerar nossos próprios corações. Então relaxei um pouco. Respirei fundo. Busquei mais uma xícara de café. E concluí: é… os filhos pertencem mesmo ao mundo. Essa é uma lei natural. Os filhos crescem e passam a construir suas próprias relações de vida, ficando a cada dia mais expostos a tudo. E nós, pais, tolos, sempre preocupados com aquilo que não podemos controlar. O melhor que podemos fazer é aprender a usar a preocupação de forma construtiva. E acreditem: é possível fazer bom uso dela! A preocupação nada mais é do que uma forte intuição. Lembra do desconforto que senti pela manhã? Pois é… uma intuição. Um alerta para ter atenção. Quando estamos atentos podemos evitar muitos males! Esse deve ser o propósito da preocupação. De nada adianta ficar estressado e com taquicardia. Então, sempre que você se sentir preocupado com algo, seja lá o que for, preste atenção ao seu dia. O seu inconsciente está gritando para você que pode haver perigo logo adiante. E se você estiver atento, talvez consiga evitar um mal maior. Eu notifiquei a direção da escola a respeito da funcionária ruim e as devidas providências serão tomadas. Já não me sinto mais tão preocupada. Mas sigo de olhos bem abertos, pois quem tem filhos sabe: a preocupação é pro resto da vida!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s